A PONTE QUE ATRAVESSA O RIO

19-11-2021 | 12:11 | | |

A PONTE QUE ATRAVESSA O RIO

Escrito por Filipe Bastos

Uma ponte é, por definição, uma “construção que liga dois pontos separados por um curso de água ou por uma depressão de terreno”, in priberam. Mas o conceito de se fazer ‘pontes’ é muitas vezes alargado, por exemplo, quando há opiniões diferentes sobre um determinado tema. “Vou tentar fazer a ‘ponte’ entre o interesse do fulano e do sicrano”. É normalmente o papel de um mediador, solicitado para ajudar na resolução de um assunto em que haja qualquer divergência. Vem este introito a propósito da Ponte sobre o Douro que será construída para a nova linha do Metro que ligará Gaia ao Porto. Normalmente, por aqui, neste cantinho à beira-mar plantado, levantam-se polémicas por tudo e por nada que, em vez de beneficiar as populações, só as prejudicam. É agora moda qualquer concorrente a uma empreitada, se não for o primeiro, contestar a entrega da obra à empresa preferida pelo júri.  É um direito que assiste a todos os concorrentes, decorrentes dos direitos e garantias. Porém, os tribunais devem ser céleres neste tipo de resolução, sob pena das obras se arrastarem no tempo, impedindo, assim, o progresso, em muitos casos, apenas porque, como me parece neste caso, afeta o ego do engenheiro A ou do arquiteto B. Nenhuma obra desta dimensão se faz sem afetar, aqui ou ali, um qualquer ‘quintal’ e, obviamente, sem que haja cedências dos envolvidos. A ponte custará zero. Será paga pelo tal PRR - e foi, até, a primeira obra aprovada ao abrigo da ‘bazuca’ em Bruxelas - isto, se a construirmos em tempo útil. Ora, se continuarmos em discussões como acontece com o famoso Aeroporto de Lisboa, é certo e sabido que... a ponte não levará o Metro de uma para a outra margem, ou em alternativa, como somos ‘ricos’, pagá-la-emos, mais tarde, com o nosso dinheiro. É urgente, pois, que o mediador (tribunal, ou quem o substitua...) construa a ‘ponte’ entre os diversos interesses para que se possa construir a outra: a que levará o Metro a atravessar o Douro.